O que é kimariji?

Kimariji (決まり字, “sílaba decisiva”) é o nome dado às primeiras sílabas de cada poema, que diferenciam este poema entre os demais. Pode ser considerado o “nome” de cada carta, pois é a parte inicial do poema que o torna único. Saber os cem kimarijis é um dos primeiros passos quando se está aprendendo a jogar karuta, pois saber identificar cada carta é essencial.

chiha-ini

Nas cartas para iniciantes, o kimariji vem escrito em vermelho.

O kimariji do poema 1 é akino, por exemplo. ‘Aki’ não torna o poema único, já que há outro poema que começa com ‘aki’, o akika. No poema da Chihaya, o que a diferencia das outras cartas é o chiha, pois há duas outras que começam com chi, a chigiriki e a chigirio.

Temos uma lista aqui com todos os 100 kimarijis e sua parte correspondente na carta de pegar. Por exemplo, há 7 poemas em que o kimariji é de 1 sílaba: são as cartas de sílaba única, Mu-Su-Me-Fu-Sa-Ho-Se. Outros 10 poemas começam com 2 sílabas, e assim por diante.

Resumindo, há cartas que podem ser reconhecidas logo pelos primeiros sons, e cartas  em que é necessário esperar um pouco mais para poder saber qual é. Podem ser reconhecidas só na 4ª, 5ª ou até mesmo 6ª sílaba: são as que chamamos de ooyamafuda (大山札), ou, como ficaram conhecidas em português, cartas de verso longo.

Essas cartas dão um pouco mais de trabalho para os jogadores. São 6 ao todo no baralho:

Kimigatameo                                Asaborakeu                                          Watanoharako

Kimigatameha                            Asaborakea                                           Watanoharaya

Sabendo quais são as cartas de verso longo, dá tempo de protegê-las (kakoi-te, 囲い手) antes que o oponente ataque, e aguardar até que a frase seja terminada para poder efetivamente pegar a carta, ou recuar caso não seja a carta certa. Ao ouvir, por exemplo, o “kimi—” de “kimigatame”, pode-se encobrir parcialmente a carta; atacar diretamente antes de ouvir até a sexta sílaba é arriscado, pois há chances de cometer uma falta caso a carta lida não seja a esperada. Você também pode (aliás, deve!) tentar proteger cartas no campo do adversário caso consiga chegar antes dele, desde que não toque em nenhuma delas antes da hora. Jogadores mais experientes conseguem proteger também cartas de menos sílabas.

Pode-se proteger as cartas de verso longo do oponente, porém, se a tocar, mesmo que por descuido do próprio adversário, será considerado otetsuki se não for a carta certa.

A maioria dos kimarijis vão se alterando progressivamente durante as partidas. Por exemplo, depois que a primeira kimigatame for lida, a próxima não será mais de verso longo. Há outras duas cartas que começam com “ki”: kiri, e a kimigatame restante. É possível distinguir as duas cartas logo na 2ª sílaba, já que o kimariji da kimigatame que sobrou mudou para apenas kimi. Se for lida a carta kiri antes, o kimariji muda novamente e ela se torna uma carta de sílaba única, ki.

O mesmo é válido para todas as outras cartas. Araza e arashi são cartas de 3 sílabas, porém se araza for lida, o kimariji de arashi muda para apenas ara. Assim por diante até o fim do jogo. Conforme as karafudas são lidas, cada vez mais cartas de sílaba única ficam em jogo, por isso é necessário bastante atenção para memorizar quais são as cartas já lidas. Isso agiliza o tempo de reação e aumenta as chances de pegar a carta primeiro.

Meio confuso, né? Sabemos, porém o karuta é um esporte que só pode ser entendido na prática. Colocando as cartas que começam com a mesma sílaba frente-a-frente com você fica mais fácil de entender. Momo e moro, ura e uka, hisa/hitomo/hitowa. O jeito mais fácil é ouvir os poemas várias vezes no tempo livre, que se torna algo natural.

Há dois jeitos mais fáceis de entender o que é kimariji:

1) Pense como se fosse um nome, de um objeto, por exemplo. A carta Chiha é diferenciada na torifuda pelo “Kara“. Quando lê a carta e há Kara escrito, o nome que irá chamar essa carta é Chiha.

2) Pense como se fosse um jogo de perguntas e respostas. Assim como “Quem descobriu o Brasil?”: “Pedro Álvares Cabral”, pensamos “Chiha?”: “Kara”. O kimariji, nesse caso, seria a pergunta.

Anúncios

5 comentários sobre “O que é kimariji?

  1. Pingback: Karafudas | Meguriai Kai

  2. Pingback: O que é Karuta? | Meguriai Kai

  3. Pingback: Como jogar karuta competitivo? | Meguriai Kai

  4. Pingback: Tipos de jogo | Meguriai Kai

  5. Pingback: [DICAS] Famílias de 2 cartas (うつしもゆ) | Meguriai Kai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s