E-karuta: Uma nova modalidade?

Nesse momento delicado, em que não podemos nos encontrar, não é possível jogar karuta como antes. Há um ano, foi lançado o Competitive Karuta Online, aplicativo que simula a experiência com o karuta competitivo. Desde então, a cada atualização o jogo só melhora e novo contexto se mostrou uma alternativa mais que bem-vinda. Ano passado, cheguei a fazer um texto com impressões, mas acabou não sendo publicado. Como o jogo pode ser muito útil para conectar pessoas que gostam de karuta no Brasil, um país de dimensões continentais, resolvemos dedicar um espaço a ele:

ekaruta-teladeinicio-kyogikaruta-hyakuninisshu

Continuar lendo

Livro: Cem poemas por cem poetas – Andrei Cunha – Impressões

Todo mundo que conhece karuta ou que assistiu Chihayafuru em algum momento deve ter tido a curiosidade de saber, afinal, que poemas são esses que compõem o Ogura Hyakunin Isshu? O que eles querem dizer? Bem, responder essa pergunta não é assim tão fácil. Há muito material para ser estudado relacionado a eles, sua grande maioria obviamente em japonês, seguida pelo inglês. Por isso, ficamos muito surpresos no ano passado quando soubemos do lançamento de uma versão brasileira da antologia. Adaptada e traduzida como “Cem poemas por cem poetas” por Andrei Cunha, versão publicada pela editora Bestiário. Essa é a primeira vez que os cem poemas são publicados todos juntos em português.

20200517_150845

Continuar lendo

Meguriai encontra Karuta France [Parte 2]

Essa é a segunda parte da viagem que eu fiz à França em setembro de 2019, quando participei de encontros do Karuta France. Este é o link para a primeira parte: https://meguriaikai.wordpress.com/2020/03/07/meguriai-karuta-france-1/

Uma coisa que eu acho incrível da Europa é que existem vários clubes de karuta – não tantos, mas mais do que na América do Sul -, e sempre existe um japonês que joga karuta de férias ou fazendo intercâmbio que pode visitá-los. Antes mesmo de chegar, eu tinha sido avisado que uma jogadora classe A estaria por lá e é óbvio que eu tive a chance de jogar com ela também. Nesse meu segundo dia o treino durou mais e conseguimos jogar cinco partidas. Quem joga sabe que pode parecer loucura treinar por tanto tempo seguido, mas quando eu teria outra oportunidade, não é mesmo?

Continuar lendo

Meguriai encontra Karuta France [Parte 1]

Antes de começar, peço desculpas porque: 1) como passei a maior parte do tempo jogando, não tem fotos; e 2) esse texto deveria ter sido escrito antes, mas surgiram outros compromissos e foi ficando cada vez mais distante. De qualquer forma, acho que eu deveria finalmente compartilhar com vocês antes que a história não tenha mais tanta relevância. 

Essa é a história de parte das minhas férias na França em setembro de 2019. Não podia perder a oportunidade de conhecer melhor o grupo de lá, o Karuta France. A gente já se conhecia do Torneio Internacional de 2018 (Otsu Hikaru kun Cup), foi um prazer revê-los e conhecer os outros membros. O laço formado pelo karuta é realmente muito forte.

Continuar lendo

Encontro de Natal 2019

Olá, pessoal!

Sexta-feira dia 20/12 foi nosso último encontro do ano e claro que não poderíamos deixar de fazer nosso tradicional encontro de natal! Desta vez compareceram diversos membros que não nos visitavam há tempos, e fizemos uma programação mais recreativa. Nos divertimos muito e comemos bastante também!!

Veio tanta gente (e em horários diferentes) que precisamos tirar 3 fotos do grupo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

2º Karutensivo!

Dias 15 e 16 de Novembro nós nos reunimos para jogar karuta o dia inteiro! Foi nosso segundo gasshuku (acampamento de treinamento), ou, como gostamos de chamar, “Karutensivo”. Não fazíamos isso desde 2017 e caramba, que falta que fez! Foi muito cansativo, porém divertido, e foi ótimo poder trocar experiências com todos!

Também foi a primeira vez que organizamos um treinamento conjunto com pessoas de grupos de karuta de outros estados! Veio gente do Minanogawa (Porto Alegre) e também do Karuta RJ (o grupo do Rio começou a se consolidar este ano e ainda não tem um nome). Quem sabe num futuro não tão distante a gente consiga espalhar o karuta para áreas ainda mais distantes?!

Sem mais delongas, vamos para o post!

carmen2

Continuar lendo

Setembro/2019

Tivemos um mês de bastante karuta e treino! É legal ver como as pessoas conseguem ir avançando no karuta conforme o tempo passa mas também começamos a perceber que a falta de treino prejudica demais o desempenho. Acho que qualquer coisa é assim, mas no karuta é bem visível essa queda. Fora quando acabamos esquecendo os poemas… por isso é bom fixar o quanto antes todos os poemas para que eles sejam quase como uma segunda língua!

 

Continuar lendo

Maratona Chihayafuru II – 7 [ESPECIAL]

 

71

Quando assisti a esse episódio pela primeira vez acabou passando tudo batido, tanto que nem lembrava do que acontece aqui. Agora reassistindo foi com certeza o momento em que mais me emocionei. Resolvi fazer uma postagem separada até pra não acabar misturando com os eventos do Torneio Nacional que começam no episódio seguinte. 

Antes de tudo, a mensagem desse episódio não está diretamente relacionada ao karuta (o que foi dito aqui pode ser utilizado em outros aspectos da sua vida). Por motivos óbvios, vou utilizar o significado dessa mensagem também relacionando com karuta, mas de maneira diferente. Espero me fazer entender melhor nos próximos parágrafos.

Continuar lendo

Agosto/2019

Três meses depois, acabou agosto!

Fizemos um treino interessantíssimo de proteger as cartas que deu muita liga em tudo que estávamos vendo. Particularmente, acabo tendo um pouco de dificuldade nesse movimento devido a falta de treino, então poder fazer isso repetidamente ajudou horrores. Para complementar, cada parzinho que estava em jogo estava com uma das cartas faltando. Dessa forma, teríamos que ter a atenção redobrada para não cometer faltas.

b2bdb6e7-5d6f-46f8-84bf-6c11a07e5399

Estratégia pura

Continuar lendo

Maratona Chihayafuru II – 1 a 6

IMG0

Começando a segunda temporada com o pé direito, o Mizusawa recebe 20 novos membros, dos quais apenas dois permanecem: Tsukuba e Hanano. Os 7 membros do Mizusawa se esforçam para vencer o Torneio Regional, mas em uma revanche contra a Academia Hokuou, acabam ficando em segundo lugar. O lado bom é que esse ano duas escolas de Tóquio se classificam para o Torneio Nacional.

No primeiro ano, o maior problema dos nossos protagonistas era encontrar pessoas que quisessem jogar. Nesse segundo ano, apesar de muitas pessoas parecem interessadas, a realidade é desanimadora: poucos estão dispostos a decorar os 100 poemas para começar o jogo de verdade. Essa é uma barreira óbvia, e como a Chihaya fala, existem alguns macetes pra facilitar as coisas. De qualquer forma, não se enganem, o esforço pessoal é essencial. Em partes é por isso que só sobram duas pessoas.

Continuar lendo